M.E.A.P.R.M.M.

Maçonaria Egipcia
do Antigo e Primitivo
Rito de Memphis-Misraïm

Voltar à página inicial
Página anterior


Símbolo da Maçonaria Egípcia do Antigo e Primitivo Rito de Mênfis e Misraim (M.E.P.R.M.M.)




por Galbix Red e Gabriel López de Rojas



O criador da Maçonaria Egípcia e do Rito Egípcio foi o Conde Alexandre de Cagliostro (1749-1796), nascido em Túnis. Ele não deve ser identificado com o mistificador Giuseppe Balsamo (1743-1795), o palermitano recrutado pelos Jesuítas para personificar e lançar a infâmia sobre o verdadeiro Conde de Cagliostro.
Alexandre de Cagliostro foi iniciado nos segredos da Maçonaria Egípcia pelo misterioso Mestre Altothas em 1776, ano da fundação da Ordem Illuminati. E poucos sabem que o ápice da Ordem Illuminati foi constituído por seis afiliados: quatro conhecidos (Weishaupt, von Knigge, Goethe, Herder) e dois secretos (Franklin e Cagliostro).
De fato existiu uma conexão secreta entre a Ordem Illuminati de Weishaupt e a Maçonaria Egípcia de Cagliostro que foi fundada oficialmente em 1785, ano da supressão da Ordem Illuminati. Além disso, Napoleão Bonaparte foi iniciado por Cagliostro na Maçonaria Egípcia e os Ritos Maçônicos de Memphis, de Misraïm e de Memphis-Misraïm sao descendentes dessa Maçonaria Egípcia.
Entre 1810 e 1813, em Nápoles (Itália), os três irmãos Bédarride (Michel, Marc e Joseph) receberam os Poderes Supremos da Ordem de Misraïm e desenvolveram o Rito de Misraïm na França. Eles conferiram o caráter oficial do Rito em Paris, em 1814. O Rito era composto por 90 graus, tomados do Escocismo Maçônico, o Martinismo e outras correntes maçônicas, e os últimos quatro graus receberam o nome de "Arcana Arcanorum".
Em 1815, em Montauban (França), a Loja-Mãe do Rito de Memphis foi constituída com Samuel Honis eleito como Grão Mestre, sendo sucedido, em 1816, por Gabriel-Mathieu Marconis. Em 1838, Jean Etienne Marconis de Nègre, filho de Gabriel-Mathieu, assumiu a direção do Rito de Memphis. O Rito, para J. E. Marconis de Nègre, era uma continuação ideal dos antigos mistérios praticados na Índia e no Egito. O Rito de Memphis chegou aos graus 92 e 95.
Em 1881, o general italiano Giuseppe Garibaldi reunificou os Ritos de Memphis e Misraim e tornou-se o Grande Hierofante de ambos. Após a morte de Garibaldi em 1882, os Ritos entraram em um período "escuro" até que, em 1890, várias lojas de ambos os Ritos se confederaram e, assim, o Antigo e Primitivo Rito Oriental de Memphis-Misraim reapareceu. Em 1900, o italiano Ferdinando Francesco degli Oddi dirigia o Memphis-Misraïm que foi substituído, em 1902, pelo inglês John Yarker. O Rito atingiu 97 graus.
Em 1902, o alemão Theodor Reuss estabeleceu o Soberano Santuário de Memphis-Misraim na Alemanha. E, em 1913, após a morte de Yarker, ele se tornou o Chefe Internacional do Rito. Em 1923, Theodor Reuss passou para o leste eterno e a sucessão foi interrompida, exceto na O.T.O. (Ordo Templi Orientis), ordem neo-exemplar fundada por Reuss, em 1905, na Alemanha. Na realidade, a O.T.O. ele incorporou o rito Memphis-Misraim em uma versão abreviada.
Em 1909, Theodor Reuss entregou a carteira de motorista ao famoso martinista Gerard Encauss (Papus). E os sucessores de Encauss foram em 1916 Charles Detré (Tedé), em 1919 Jean Bricaud, em 1934 Constant Chevillon, em 1945 Charles-Henry Dupont e em 1947 Robert Ambelain.
Em 14 de novembro de 1973, o italiano Francesco Brunelli (Nebo) foi nomeado por Robert Ambelain como encarregado do Rito Memphis-Misraïm para a Itália. Em 22 de novembro de 1973, Francesco Brunelli - Grão-Mestre da Antiga e Tradicional Ordem Martinista e do Antigo e Primitivo Rito de Memphis-Misraim - foi recebido com todas as honras no Grande Oriente da Itália, no Palazzo Giustiniani.
Em 1981, Francesco Brunelli contatou o conhecido iniciado italiano Frank G. Ripel para reestruturar o Rito Antigo e Primitivo de Memphis-Misraim. Em 1982, Brunelli passou para o leste eterno, mas a reestruturação do Rito já estava em andamento, a situação era a seguinte:

99º – Chefe Internacional da Ordem Egípcia Oriental do Rito Antigo e Primitivo de Memphis-Misraïm
98º – Superiores Desconhecidos (do VII ao XIII grau da Ordem da Rosa Mística)
97º – Suplente para Chefe Internacional
96º – Capo Nazionale
1º-95º – Maçons Operativos (do I a VI grau da Ordem da Rosa Mística)

Frank G. Ripel foi o chefe da Ordem Egípcia Oriental do Rito Antigo e Primitivo de Memphis-Misraïm entre 1981 e 1999, época em que o colocou no "sono".
Em março de 2003, Frank Ripel - Grão-Mestre da Ordem dos Cavaleiros Illuminati - teve um contato com o espanhol Gabriel López de Rojas, fundador e Grão-Mestre da Ordem dos Illuminati, da O.T.O. (Ordo Templi Orientalis), 33º grau do Rito Escocês Antigo e Aceito, grau máximo de alguns Ritos Egípcios. Quando Gabriel López de Rojas soube que a Ordem Egípcia Oriental do Rito Antigo e Primitivo de Memphis-Misraïm del Ripel estava "dormindo", ele se propôs a "acordá-lo" e estes - após uma reflexão profunda - aceitaram, fazendo-o renascer, o '1º de maio de 2003, com o nome de Maçonaria Egípcia do Rito Antigo e Primitivo de Memphis-Misraim.
No M.E.A.P.R.M.M. encontramos 100 graus, divididos entre administrativos e operacionais.

O centésimo grau é de natureza administrativa e designa o Chefe Internacional, nomeado ad vitam.
O nonagésimo nono grau é de natureza administrativa e designa o Chefe Internacional, nomeado ad honorem.
O nonagésimo oitavo grau é de natureza administrativa e operacional e designa os Superiores Desconhecidos (O.C.I.).
O nonagésimo sétimo grau é de natureza administrativa e designa os Suplentes do Chefe Internacional, eleitos pelas línguas.
O nonagésimo sexto grau é de natureza administrativa e designa os Chefes Nacionais.
Os graus maçônicos de um ao nonagésimo quinto são de caráter operacional e estão relacionados às Seis Operações Alquímicas.

1º-3º - Postulante (Condição Marrom).
4º-33º - Neophita (Ópera ao Preto).
34º-42º - Aprendiz (Fase ao Verde).
43°-63° - Irmão (Ópera ao Branco).
64°-74° - Maestro (Regime ao Amarelo).
75°-95° - Mestre Secreto (Ópera ao Vermelho).

Nomes:
100º – Grande Hierophante Geral ou Chefe Internacional do M.E.A.P.R.M.M. e do O.C.I.:
• Frank G. Ripel
99º – Grande Hierophante o Chefe Internacional do M.E.A.P.R.M.M. ad honorem:
• Licio Gelli
98º – Substituto do Chefe Internacional do O.C.I.
• língua italiana: Galbix Red
98º – Superiores Desconhecidos (O.C.I.)
97º – Substituto do Chefe Internacional do M.E.A.P.R.M.M.
• língua italiana: Galbix Red, S.I. (98º O.C.I.).
• língua russa: Vladimir Kuznetsov.
96º – Os nomes dos Chefes Nacionais foram classificados pela lei da privacidade.

Considerações gerais sobre o centésimo grau.
O centésimo grau representa o topo da Pirâmide Maçônica. Foi concebido em Bruxelas, em 1934, no congresso internacional da F.U.D.O.S.I. (Federação universal para as principais ordens e sociedades de iniciativa). Esta categoria é conhecida pelo seguinte título: "Soberano Imperador Grande Hierofante Geral de ambos os hemisférios" (Soberano Criador dos Mundos).
Quando o Grande Hierofante Geral - Soberano Imperador Criador dos Mundos - passa para o sul eterno, os Superiores Desconhecidos (98º) pedem ao Chefe Internacional ad honorem (99º) que assuma a posição do centésimo grau. Se ele se recusar, eles devem se reunir para eleger um novo chefe internacional ad vitam (100º). Se os Superiores Desconhecidos não conseguirem eleger um novo Chefe Internacional, os Suplentes do Chefe Internacional podem se reunir e pedir a um Superior Desconhecido que assuma esse cargo.
N.B. - Na Maçonaria operativa (M.E.A.P.R.M.M.) o candidato está voltado para o sul e não para o leste, como na Maçonaria especulativa; portanto, o maçom operativo, no momento da morte, passará para o sul eterno e não para o leste eterno.
O Manifesto da Loja Maçônica P1, página 1 - [língua espanhol]
O Manifesto da Loja Maçônica P1, página 2 - [língua espanhol]
O Manifesto da Loja Maçônica P1, página 3 - [língua espanhol]
O Manifesto da Loja Maçônica P1, página 4 - [língua espanhol]

Alguns sinais sobre o Conde Licio Gelli

Em 1980 de Licio Gelli - Através de constantes relatórios com o Ministro da Casa Real Lucifero Falcone - foi agraciado com título (Honorífico) de Conde pelo Rei Umberto II.
No final dos anos setenta é confiado, o Grande Oriente de Itália, encarregando-o - na qualidade de Venerável Mestre - de retomar a direcção e voltar a dar vida à Loja maçónica "Propaganda 2" (P2), fundada em 1895 pelo Grão-Mestre Lemmi.
Nos anos oitenta rebentou o falso escândalo P2. Consequentemente, o Venerável Mestre é absolvido das acusações movidas durante estes anos.
Em 1996 o comendador Licio Gelli, pela sua actividade de poeta e de escritor, é proposto e candidato a cinquenta nove estruturas - academias, universidades, associações culturais italianas e estrangeiras - ao Prémio Nobel para a Literatura.
Licio Gelli com Frank G. Ripel
Em memória do Irmão Licio Gelli que nos deixou no dia 15 de dezembro de 2015 - [língua inglesa]
A Magna Carta dos direitos humanos, página 1 - [língua inglesa]
A Magna Carta dos direitos humanos, página 2 - [língua inglesa]

Frank G. Ripel leva o 100º grau do M.E.A.P.R.M.M. - [língua inglesa]
Ato constitutivo da maçonaria albanesa - [língua italiano]
Ato Constitutivo da União Maçônica Universal, página 1 - [língua espanhol]
Ato Constitutivo da União Maçônica Universal, página 2 - [língua espanhol]
Declaração de intenções para o nascimento da Nação Maçônica e a verdadeira 'nova ordem mundial', página 1 - [língua espanhol]
Declaração de intenções para o nascimento da Nação Maçônica e a verdadeira 'nova ordem mundial', página 2 - [língua espanhol]

 

Official Statement of Frank G. Ripel

The end of the International Masonic Union

The U.M.U. (International Masonic Union) represented one of the three external manifestations (the Masonic Nation, the U.M.U. and Singharia) of the real Tres.

On December 12th 2010 I was invited by various Masonic powers join to M.E.A.P.R.M.M., to accept the hundredth degree of Egyptian Freemasonry. The grade represents the summit of the Masonic Pyramid. It was conceived in Bruxelles, in 1934, at the congress of FU.D.O.S.I. (Universal Federation Managing Orders and Initiatics Societies).

On November 19th 2012, I agreed to become the International Head of U.M.U. with grade 100, but it was a contradiction because I was already internationally recognized, with this degree.

On May 6th 2017, I did not stay more to do than delegitimize the U.M.U. because from a formal and historical point of view, the title of 100th U.M.U degree it had no value.
 

A maçonaria A.P.R.M.M. (Bulgária) reconhece a M.E.P.R.M.M. - [língua inglesa]
A maçonaria O.M.A.P.R.E.M. reconhece a M.E.P.R.M.M., página 1 - [língua espanhol]
A maçonaria O.M.A.P.R.E.M. reconhece a M.E.P.R.M.M., página 2 - [língua espanhol]
A União Maçônica Europeia (U.M.E.) reconhece a M.E.P.R.M.M., página 1 - [língua espanhol]
A União Maçônica Europeia (U.M.E.) reconhece a M.E.P.R.M.M., página 1 - [língua espanhol]
A Schola Sapientiam Hermeticae Silmaêl reconhece a M.E.P.R.M.M., página 1 - [língua espanhol]
A Schola Sapientiam Hermeticae Silmaêl reconhece a M.E.P.R.M.M., página 2 - [língua espanhol]
A maçonaria A.L.G.D.S.A.D.L.M. reconhece a M.E.P.R.M.M. - [língua espanhol]
A maçonaria G.O.D.C. (Colômbia) reconhece a M.E.P.R.M.M., página 1 - [língua espanhol]
A maçonaria G.O.D.C. (Colômbia) reconhece a M.E.P.R.M.M., página 2 - [língua espanhol]
A maçonaria G.O.D.C. (Colômbia) reconhece a M.E.P.R.M.M., página 3 - [língua espanhol]
A maçonaria G.O.D.C. (Colômbia) reconhece a M.E.P.R.M.M., página 4 - [língua espanhol]
A tradicional Grande Loja da Romênia reconhece a M.E.P.R.M.M. - [língua inglesa]
O Conselho Supremo Tradicional da Romênia reconhece a M.E.P.R.M.M. - [língua inglesa]
O Santuário Soberano da Romênia reconhece a M.E.P.R.M.M. - [língua inglesa]
A maçonaria M.U.C. (Brasil) reconhece a M.E.P.R.M.M. - [língua inglesa]

 

Bula Condenatória contra Samuel Trinitade

Condeno Samuel Trindade, com as seguintes graves alegações:


1. Ele explorou o meu nome para seus próprios fins de lucro.

2. Demonstrou a sua má-fé, quando ele me propôs em reconhecê-lo como parte de MEAPRMM e depois, no entanto, ele fundou sua própria Ordem egípcia falsa (nota do tradutor: Em email, Samuel confessa ter criado o Rito Egípcio que utilizava).

3. Se apropriou indevidamente do dinheiro de pessoas honestas que acreditaram nele, porque ele utilizava o meu nome.

4. Foi demonstrado, sob sua própria admissão, de não conhecer nada sobre a Maçonaria Operativa do qual sou o Chefe Internacional. Desta maneira fica claro que o seu objetivo era apenas para se apropriar do dinheiro de outras pessoas.

Para estas graves acusações condeno Samuel Trindade a perseguição maçônica que será alargado a nível mundial.

The Gran Hierophante

Frank G. Ripel

 

 
Comunicação

Olimpio Romio renunciou ao M.E.A.P.R.M.M., devido ao seu processo judicial pendente.

 
Comunicação

Alexander Rybalka was expelled from M.E.A.P.R.M.M. because he is an unworthy individual of defining mason.

 
Communication
Declaração de deslegitimação da União Maçônica Universal (U.M.U.) - [língua italiano e inglês]

 
CONTATO

Aqueles que estiverem interessados na Maçonaria Egípcia do Rito Antigo e Primitivo de Memphis-Misraïm poderão contatar sua diretoria através do endereço:

orion@onenet.it

Copyright © 2001- by Frank G. Ripel